Banner 728x90

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Saquarema Surf Festival tem mais um dia de boas ondas e recordes batidos na Praia de Itaúna

PRAIA DE ITAÚNA, Saquarema / RJ (Quinta-feira, 20 de outubro de 2022) - O Saquarema Surf Festival em memória a Leo Neves teve mais um dia de boas ondas e recordes batidos na Praia de Itaúna. A brasileira Luana Silva ganhou a maior nota - 9,33 - do evento apresentado pela Prefeitura de Saquarema esse ano e o argentino José Gundesen conseguiu a maior - 9,0 - entre os homens. A batalha pelas vagas dos rankings regionais da WSL Latin America para o Challenger Series 2023, foi intensa em quase todas as baterias do QS 5000 masculino e feminino. E a nova geração também mostrou suas armas no Pro Junior Sub-20. As eliminatórias prosseguem nessa sexta-feira, a partir das 8h00 ao vivo da Capital Nacional do Surf pelo WorldSurfLeague.com.

No QS 5000 feminino, já foram definidas as quartas de final da segunda edição do Saquarema Surf Festival em memória a Leo Neves. O primeiro duelo será entre duas surfistas que iniciaram suas carreiras competindo como havaianas, mas agora defendem o Brasil nas competições, Luana Silva e Summer Macedo. Na segunda bateria, se enfrentam as duas que dividem a vice-liderança no ranking regional da WSL Latin America, a equatoriana Dominic Barona e a jovem Isabelle Nalu.

Depois, dois confrontos diretos entre Brasil e Peru fecham as quartas de final. Na terceira bateria, a peruana bicampeã sul-americana da WSL Latin America em 2019 e 2020/2021, Daniella Rosas, já vai defender contra a brasileira Anne dos Santos, a quarta e última posição no grupo das quatro que serão indicadas para o Challenger Series 2023. E a última vaga para as semifinais, será disputada pela atual campeã sul-americana e do Saquarema Surf FestivalSophia Medina, e Melanie Giunta.

Sophia Medina segue na busca pelo bicampeonato no Saquarema Surf Festival (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

O grande destaque entre as meninas foi, mais uma vez, Luana Silva, que pela primeira vez está competindo no Brasil. Ela nasceu no Havaí, mas passou a representar a bandeira verde-amarela esse ano, por ser filha de pai e mãe brasileiros. Luana já tinha feito os recordes do QS 5000 feminino na terça-feira, com seu frontside nas direitas de Itaúna arrancando notas 8,00 e 7,00. Na quinta-feira, ela mostrou a potência do seu backside nas esquerdas.

Na terceira fase do QS 5000, Luana Silva somou nota 8,67 na vitória por 15,27 pontos. Depois, voltou a competir na categoria Pro Junior Sub-20, que fechou a quinta-feira. Luana deu mais um show nas esquerdas da Praia de Itaúna, detonando uma onda com dois ataques superpotentes que abriram grandes leques de água e arrancaram nota 9,33 dos juízes. É a maior desse ano e novo recorde feminino do Saquarema Surf Festival de 2021 e 2022. 

“Estou muito feliz por estar representando o Brasil e competindo aqui pela primeira vez”, disse Luana Silva“Estou contente por ter avançado para as quartas de final do QS e do Pro Junior também. Todas as meninas surfam muito bem e a energia das pessoas daqui está sendo muito positiva para mim. Os brasileiros têm tanta paixão pelo surfe e é uma honra estar recebendo todo o apoio dessa paixão, fazendo parte dessa nova geração de surfistas daqui do Brasil”.

Luana Silva aumentando seus próprios recordes na etapa do QS 5000 (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

A bateria do QS 5000 que Luana Silva venceu e valeu as primeiras vagas para as quartas de final, aconteceu uma batalha direta por vagas no G-4 para o Challenger Series. A experiente Silvana Lima, maior surfista do Brasil em todos os tempos, chegou no Saquarema Surf Festival em quarto lugar no ranking e estava se classificando. Mas, no último minuto, a jovem Isabelle Nalu surfou uma onda e avançou para as quartas de final, tirando Silvana do G-4 e subindo para o segundo lugar no ranking.

“Nossa, estou muito feliz, porque as duas (Luana Silva e Silvana Lima) surfam muito, são minhas ídolas. Mas, eu queria muito passar essa bateria, que era muito importante para mim”, disse Isabelle Nalu“Esse campeonato é, tipo, o mais importante da minha vida, então estou muito feliz por ter passado para as quartas de final. Meu foco esse ano é me classificar para o Challenger Series, que será um grande passo pra minha carreira. Agora é descansar um pouco, porque já já tem Pro Junior”.

Isabelle Nalu subiu para o segundo lugar no ranking com a classificação (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

Isabelle Nalu é uma das 24 participantes do QS 5000, que também estão disputando a categoria Pro Junior Sub-20 do Saquarema Surf Festival. Nas quartas de final do QS 5000, ela terá um novo confronto direto por vaga no G-4 com outra surfista muito experiente, Dominic Barona. As duas estão dividindo a vice-liderança no ranking e a equatoriana venceu a bateria que ela e a brasileira Summer Macedo eliminaram a líder, a peruana Sol Aguirre.

Na disputa seguinte, as finalistas da primeira edição do Saquarema Surf Festival no ano passado, passaram juntas para as quartas de final. A defensora do título e atual campeã sul-americana, Sophia Medina, superou mais duas brasileiras, Kayane Reis e Naire Marquez, na bateria vencida por Daniella Rosas. Com a classificação, a peruana entrou no G-4 tirando da lista a sua compatriota, Arena Rodriguez Vargas, que chegou em Saquarema em segundo no ranking e perdeu na terça-feira. 

PRO JUNIOR FEMININO - A maioria das meninas voltou a competir na primeira fase do Pro Junior, que fechou a quinta-feira de boas ondas e muito calor na Praia de Itaúna. As duas melhores de cada bateria, já avançavam para as quartas de final do Saquarema Surf Festival. A peruana Sol Aguirre pode perder a primeira posição no ranking do QS, mas começou a defender a liderança do Pro Junior com vitória sobre a brasileira Isabela Saldanha e a chilena Rafaella Montesi.

Sol Aguirre perdeu no QS 5000, mas segue na busca pelo bi no Pro Junior (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

Sol Aguirre vai disputar a primeira quarta de final com as brasileiras Mariana ArenoAlexia Monteiro e a equatoriana Genesis Garcia. Na segunda, está a melhor surfista da categoria feminina, Luana Silva, com as também brasileiras Julia DuarteIsabela Saldanha e Naire Marquez. Na terceira, a bicampeã sul-americana Pro Junior, Taina Hinckel, enfrenta Sophia MedinaPamella Mel e Sophia Gonçalves. E as duas últimas vagas para as semifinais serão disputadas pela peruana Arena Rodriguez Vargas, a brasileira Laura Raupp, a argentina Vera Jarisz e a chilena Estela López

VAGAS NO G-8 - No QS 5000 masculino, a batalha foi intensa pelas vagas no G-8 do ranking regional da WSL Latin America, grupo que se classificará para o Challenger Series 2023. A vice-liderança mudou de dono três vezes na quinta-feira. Na bateria que abriu a quarta fase, o argentino José Gundesen derrotou três brasileiros surfando uma onda de forma incrível. Ele acertou três manobras muito potentes numa esquerda da série na Praia de Itaúna e os juízes deram nota 9,0, a maior entre os homens no Saquarema Surf Festival 2022

“Eu cometi um erro numa onda que peguei, mas eu sabia que ia vir uma outra boa. Eu tava sentindo isso e graças a Deus ela veio e eu surfei com raiva aquela onda”, disse José Gundesen“A onda já veio linda, aí consegui dar um snap, uma rasgada e uma batida na junção. Foi animal, fiz com raiva as três manobras e deu certo. Era importante para mim no ranking, eu passar essa bateria e meu objetivo é ganhar esse evento. Eu já perdi duas finais esse ano, então a vontade de vencer está gigante”.

José Gundesen é o novo recordista de nota do QS 5000 masculino (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

Com a classificação para a quinta fase, José Gundesen, que estava em quinto no ranking, tirou a vice-liderança do brasileiro Rafael Teixeira. Nessa bateria, também foi inaugurada a batalha por vagas no G-8. O décimo colocado, Igor Moraes, foi eliminado pelo 17.o, Weslley Dantas, que acabou tirando o carioca Vitor Ferreira do G-8. Mas, três baterias depois, outro paulista, Ryan Kainalo, passou em segundo no confronto vencido por Alan Jhones e assumiu essa oitava posição no ranking.

“Estou muito feliz. porque eu sabia que essa bateria era muito importante, por causa da pontuação”, disse Ryan Kainalo“Lá no primeiro QS 5000 em Arica (no Chile), eu perdi nessa fase e fiquei com o gostinho de quero mais, mas agora consegui passar. Tinham algumas pessoas que estavam na minha frente no ranking, que acabaram perdendo, então acho que vai me ajudar bastante ter passado essa bateria. Agora é só ir com tudo pra passar as próximas também”.

Ryan Kainalo usou os aéreos para avançar para a quinta fase (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

VICE-LIDERANÇA - Ryan Kainalo foi o último a entrar no G-8 na quinta-feira e depois a batalha ficou mais centralizada pela vice-liderança no ranking. As baterias seguintes foram vencidas pelo campeão mundial Adriano de Souza e pelo local de Saquarema, João ChiancaChumbinho ganhou um confronto que reuniu três ex-tops da elite do CT. Na disputa pela segunda vaga para a quinta fase, Ian Gouveia superou Jessé Mendes e tomou a vice-liderança do argentino José Gundesen.

Só que o capixaba Rafael Teixeira, que iniciou o dia nessa posição, ainda ia competir na última bateria do QS 5000 na quinta-feira. E ele acabou fazendo a maior somatória do dia com seu ataque nas ondas da Praia de Itaúna. A melhor arrancou nota 8,50 dos juízes, que somou com 7,93 de outra muito bem surfada, para atingir 16,43 pontos. Essa marca só ficou abaixo dos 17,10 do cearense Michael Rodrigues na quarta-feira. O também capixaba Krystian Kymerson passou junto com ele também com uma boa pontuação, 15,63, somando notas 8,33 e 7,30.

Rafael Teixeirq confirmou a vice-liderança no ranking com recorde de pontos (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

“Estou superfeliz e acho que Deus me abençoou hoje, me mandando as ondas certas. Foi uma bateria com o Krystian e a gente compete juntos há muitos anos, mas era muito importante para mim para me classificar pro Challenger, que é meu principal objetivo esse ano”, disse Rafael Teixeira“Eu já fui bem no outro QS 5000 no Chile, então preciso de um bom resultado aqui e já avancei mais uma bateria. Estou feliz, porque no ano passado eu estava no Challenger, mas perdi todos os eventos na primeira fase. Foi difícil pra mim, mas eu treino pra caramba e sei que minha hora vai chegar”.

QUARTAS DE FINAL - Os dezesseis surfistas que passaram pela quarta fase na quinta-feira, vão agora disputar classificação para as quartas de final do Saquarema Surf Festival, na última rodada do QS 5000 com baterias formadas por quatro competidores. Depois, os duelos passam a ser no formato homem a homem. A primeira bateria será a do argentino José Gundesen, com os brasileiros Ryan KainaloWesley Leite e o venezuelano Francisco Bellorin.

Na segunda, está o peruano Miguel Tudela, que lidera o ranking da WSL Latin America com vitórias nas três etapas que participou, junto com o argentino Santiago Muniz e os brasileiros Weslley Dantas e Alan Jhones. As outras duas baterias classificatórias para as quartas de final, só tem surfistas do Brasil. Na terceira, o campeão mundial Adriano de Souza e João Chianca voltam a se encontrar, agora para enfrentar Krystian Kymerson e Daniel Templar. E na última, estão Rafael Teixeira e Ian Gouveia numa disputa direta pela vice-liderança, com Edgard Groggia e Rodrigo Saldanha.

Ian Gouveia também está na briga pela vice-liderança do ranking (Crédito da Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports)

Saquarema Surf Festival em memória a Leo Neves é um evento licenciado pela WSL Latin America para a 213 Sports realizar etapas do Qualifying Series e seletivas sul-americanas para os mundiais das modalidades Junior e Longboard, todas com as categorias masculina e feminina. A Prefeitura Municipal de Saquarema apresenta o evento, que é patrocinado pela 51 ICE, Stanley, Surf Trip, Quiksilver, ROXY, Oakley, Layback Beer; além do apoio da Monster Energy, New Era, Australian Gold, Bold Snacks, Castelhana Praia Hotel; com parceria de mídia de Ricosurf.com, Waves, Lance!, Rádio Cidade e institucional da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ) e Associação de Surf de Saquarema. A competição é transmitida ao vivo pelo WorldSurfLeague.com. 

SOBRE A 213 SPORTS - Fundada por Pedro Dau de Mesquita, Yuri Binder, Bernardo Montenegro e Marcelo Montenegro, a 213 Sports nasceu em 2012. Em 2021, a agência foi adquirida pela V3A e, desde então, responde pela vertical de esportes, que integra o pilar de Ventures da companhia. Focada em marketing esportivo, a 213 Sports já realizou mais de 70 projetos para marcas globais e locais, impactando mais de 50 milhões de pessoas no Brasil e no mundo. A 213 Sports vê o esporte como uma plataforma de engajamento e conexão com forte apelo emocional entre as marcas e consumidores, resultando em uma experiência única de sportainment. Insights estratégicos alinhados com o posicionamento da marca, excelência na execução e resultados mensuráveis com retorno social, sempre que possível, são as bases que sustentam a 213 Sports. Responsável por inúmeros cases, a agência se destaca com os projetos: Oi Rio Pro, Sephora Beauty Run, Ceará Kite Pro, WSL House, CamelBak Mountain Race, Casa On Running, Praia Para Todos, Pelé Academia, Saquarema Surf Festival, WTR, Red Bull Pool Clash, entre outros.

BATERIAS DO SAQUAREMA SURF FESTIVAL 2022: 

RESULTADOS DA QUINTA-FEIRA NA PRAIA DE ITAÚNA
:


PRIMEIRA FASE PRO JUNIOR - 3.o=33.o lugar (66 pts) e 4.o=41.o lugar (63 pts):
-----as 4 primeiras fecharam a quarta-feira
5.a: 1-Rickson Falcão (BRA), 2-Franco Radziunas (ARG), 3-Rayan Fadul (BRA), 4-Pedro Rian Lima (BRA)
6.a: 1-Luan Ferreyra (BRA), 2-Guilherme Ferreira (BRA), 3-Kayan Medeiros (BRA), 4-Samuel Joquinha (BRA)
7.a: 1-Noah de Oliveira (BRA), 2-Guilherme Carvalho (BRA), 3-Marcell Neves (BRA), 4-Yan Feder (BRA)
8.a: 1-Rodrigo Saldanha (BRA), 2-Kaue Germano (BRA), 3-Murilo Brandt (BRA), 4-Antonio Carvalho (BRA)

QUARTA FASE DO QS 5000 MASCULINO:
---3º lugar=17º lugar (US$ 500 e 800 pts) e 4º=25º lugar (US$ 400 e 720 pts
) Weslley Dantas (BRA), 3-Uriel
Sposaro -Michael Rodrigues (BRA)
3º: 1-Santiago Muniz (ARG), 2-Wesley Leite (BRA), 3-Alonso Correa (PER), 4-Tomas Lopez Moreno (ARG)
. (BRA), 2-Ryan Kainalo ( BRA), 3-Arthur Máximo (BRA), 4-Marcos Correa (BRA)
5.a: 1-Adriano de Souza (BRA), 2-Edgard Groggia (BRA), 3- Marco Fernandez (BRA), 4-Leo Casal (BRA) 
6º: 1-John Chianca (BRA), 2-Ian Gouveia (BRA), 3-Jesse Mendes (ITA), 4-Cauã Gonçalves (BRA)
7º: 1-Rodrigo Saldanha (BRA), 2-Daniel Templar (BRA), 3-Valentin Neves (BRA), 4-Alex Ribeiro (BRA)
8º: 1-Rafael Teixeira (BRA), 2-Krystian Kymerson (BRA) , 3-Caio Costa (BRA), 4-Diego Aguiar (BRA)

TERCEIRA FASE DO QS 5000 MULHERES - 1.ae 2.a=Quartas de Final :
---3.a=9.o lugar ( US$ 1.000 e 1.575 pts) e 4º = 13º lugar (US$ 700 e 1.440 pts)
1º: 1-Luana Silva (BRA), 2-Isabelle Nalu (BRA), 3-Silvana Lima (BRA), 4-Kiany Hyakutake (BRA) 
2º : 1-Dominic Barona (EQU), 2-Summer Macedo (BRA), 3-Sol Aguirre (PER), 4-Genesis Garcia (EQU)
3º: 1- Daniella Rosas (PER), 2-Sophia Medina (BRA), 3-Kayane Reis (BRA), 4-Naire Marquez (BRA)
4º: 1-Melanie Giunta (PER), 2-Anne dos Santos (BRA), 3-Yanca Costa (BRA), 4-Juliana dos Santos (BRA)

PRIMEIRA FASE PRO JUNIOR FEMININO - 1.ae 2.a=Quartas de final :
---3.a=17º lugar (200 pontos) e 4.a=25.º lugar (150 pts)
1.ae: Sol Aguirre (PER) , 2-Isabela Saldanha (BRA), 3-Rafaella Montesi (CHL
) 4-Allany Tuze (BRA)
3-A: 1-Luana Silva (BRA), 2-Mariana Areno (BRA), 3-Kalea Gervasi (PER)
4-A: 1-Naire Marquez (BRA), 2-Genesis Garcia (EQU), 3-Dominique Charrier (CHL)
5.a: 1-Taina Hinckel (BRA), 2-Estela Lopez (CHL), 3-Sophia Driscoll (CHL)
6.a: 1-Sophia Medina (BRA), 2-Vera Jarisz (ARG), 3-Yasmin Dias (BRA), 4-Kiany Hyakutake (BRA)
7.a: 1-Laura Raupp (BRA) , 2-Pamella Mel (BRA), 3-Maya Carpinelli (BRA)
8.a: 1-Arena Rodriguez Vargas (PER), 2-Sophia Gonçalves (BRA), 3-Daniella Rosas (PER)

PRÓXIMAS BATERIAS DO SAQUAREMA SURF FESTIVAL:

SEGUNDA FASE PRO JUNIOR MASCULINO - 1.o e 2.o=Quartas de Final:
---3.o=17.o lugar (200 pontos) e 4.o=25.o lugar (150 pts)
1.a: Heitor Mueller (BRA), João Cypriano (BRA), Fabricio Rocha (BRA), Joaquin Reyes (CHL)
2.a: Noel De La Torre (CHL), Mateus Sena (BRA), Gabriel Klaussner (BRA), Yan Sondahl (BRA)
3.a: Daniel Templar (BRA), Valentin Neves (BRA), Rafael Guimarães (BRA), Philippe Neves (BRA)
4.a: Cauã Costa (BRA), Eduardo Motta (BRA), Cauet Frazão (BRA), Leon de la Torre (CHL)
5.a: Ryan Kainalo (BRA), Leo Casal (BRA), Rickson Falcão (BRA), Guilherme Ferreira (BRA)
6.a: Caio Costa (BRA), Cauan Gonçalves (BRA), Luan Ferreyra (BRA), Franco Radziunas (ARG)
7.a: Daniel Adisaka (BRA), Wallace Vasco (BRA), Noah de Oliveira (BRA), Kaue Germano (BRA) 8º :
Diego Aguiar (BRA), Kainan Meira (BRA), Rodrigo Saldanha (BRA), Guilherme Carvalho (BRA) ---3º lugar=9º lugar (US$1.000 e 1.575 pts) e 4º=13º lugar (US$ 700 e 1.440 pts) 1.a: Jose Gundesen (ARG), Ryan Kainalo (BRA Wesley Leite (BRA), Francisco Bellorin (VEN) 2º: Miguel Tudela (PER), Weslley Dantas (BRA), James Muniz (ARG) ), Alan Jhones (BRA) 3º: João Chianca (BRA), Adrian Kymerson (BRA), Daniel Templar (BRA)






4.a: Rafael Teixeira (BRA), Ian Gouveia (BRA), Edgard Groggia (BRA), Rodrigo Saldanha (BRA)

QUARTAS DE FINAL DO QS 5000 FEMININO - 5.o lugar (US$ 2.000 e 2.282 pts):
1.a: Luana Silva (BRA) x Summer Macedo (BRA)
2.a: Dominic Barona (EQU) x Isabelle Nalu (BRA)
3.a: Daniella Rosas (PER) x Anne dos Santos (BRA)
4.a: Sophia Medina (BRA) x Melanie Giunta (PER)

QUARTAS DE FINAL DO PRO JUNIOR FEMININO:
--------3.a=9.o lugar (350 pontos) e 4.a=13.o lugar (295 pts)
1.a: Sol Aguirre (PER), Mariana Areno (BRA), Alexia Monteiro (BRA), Genesis Garcia (ECU)
2.a: Luana Silva (BRA), Julia Duarte (BRA), Naire Marquez (BRA), Isabela Saldanha (BRA)
3.a: Taina Hinckel (BRA), Sophia Medina (BRA), Pamella Mel (BRA), Sophia Gonçalves (BRA)
4.a: Arena Rodriguez Vargas (PER), Laura Raupp (BRA), Estela Lopez (CHL), Vera Jarisz (ARG)

SEMIFINAIS DO LONGBOARD FEMININO:
--------3.a=5.o lugar (US$ 150 e 500 pts) e 4.a=7.o lugar (US$ 100 e 445 pts)
1.a: Chloé Calmon (BRA), Ayllar Cinti (BRA), Rayane Amaral (BRA), Luana Soares (BRA)
2.a: Maria Fernanda Reyes (PER), Atalanta Batista (BRA), Jasmim Avelino (BRA), Evelin Neves (BRA)

SEMIFINAIS DO LONGBOARD MASCULINO:
--------3.o=5.o lugar (US$ 150 e 500 pts) e 4.o=7.o lugar (US$ 100 e 445 pts)
1.a: Rodrigo Sphaier (BRA), Tony Silvagni (EUA), Carlos Bahia (BRA), Yam Wisman (BRA)
2.a: Jefson Silva (BRA), Piccolo Clemente (PER), Jeferson Silva (BRA), Sebastian Cardenas Aguirre (PER)

João Carvalho
WSL Latin America Media Manager

Gabriel Gontijo
WSL Latin America Comunicações

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE: A World Surf League (WSL) promove as principais competições de surfe no planeta, coroando os campeões mundiais desde 1976, com os melhores surfistas do mundo se apresentando nas melhores ondas do mundo. A WSL é composta por uma divisão de Circuitos e Competições, que supervisiona e opera mais de 180 eventos globais a cada ano; pela WSL WaveCo, que produz as melhores ondas artificiais de alta performance; e pela WSL Studios, com produções independentes de conteúdos e projetos com e sem roteiros.

Para mais informações, visite WorldSurfLeague.com.